quinta-feira, janeiro 08, 2015



Resenha: A Lista Negra.


Título: A Lista Negra / Autora: Jennifer Brown / Editora: Gutenberg.


Sinopse: O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas.


Valerie é uma garota comum e sua vida está longe de ser perfeita. Seus pais vivem em um conflito diário, negligenciando assim a vida de seus próprios filhos. Enquanto a sua casa parece não ser um ambiente de paz, a escola é ainda pior. Um território em que os outros adolescentes  nunca a deixavam em paz, com apelidos e provocações que dia após dia a tiravam do sério. É quando Val conhece Nick Levil, que se torna um refúgio pra ela. Nick vive a mesma realidade de Valerie. Eles são excluídos pela sua maneira “diferente” de se vestir ou encarar as coisas. Sofrem bullying por não corresponder a expectativa das outras pessoas...

"Fiquei caída por ele na hora. Ele tinha aqueles olhos escuros brilhantes e um sorriso torto, adoravelmente defensivo, que nunca revelava os dentes. Como eu, ele não fazia parte da galera bacana e, como eu, não queria fazer." Pg 83.

Como um escape, Val resolve criar a Lista Negra, que trata-se de uma relação das coisas que ela mais odeia no mundo. Quando Nick descobre a lista, aprova e logo vira o “segredinho” do casal, onde eles adicionam os nomes de todos os adolescentes do colégio que eles secretamente gostariam que morressem.
Toda essa conversa sobre morte para Val era apenas uma brincadeira. O que ela não esperava é que Nick levava tudo muito a sério. E quanto mais o tempo passava, pior as coisas ficavam na escola [...]

"E foi assim que começou a famosa Lista Negra: como uma piada. Uma forma de descarregar a frustração. No entanto, ela acabou se transformando em algo que eu nem imaginava" Pág. 85.

Em um dia Valerie está inflamada de raiva por conta de mais um dos tantos infortúnios que ela sofreu no ônibus escolar. Ao contar para Nick, este promete resolver a situação, o que a faz sentir protegida. Mas ao se aproximar da aluna que provocou Val, Nick saca um resolver e dispara na mesma, iniciando um massacre com um único objetivo: Matar todos os adolescentes que eles colocaram na Lista Negra. Depois de implantar o terror no Colégio de Garvin, Nick comete suicídio. (Aviso de antemão que todas essas informações não são spoiler, pois constam na sinopse e logo nas primeiras páginas do livro).
E então, como se essa não fosse a pior parte da sua vida, ela precisa enfrentar as pessoas que não sabem se ela é vítima, heroína ou culpada. O Bullying não acabou.

"Mas eu estava errada. Eu era tanto o monstro quanto a garota triste. Não conseguia separar os dois". Pg 217.

A Lista Negra é um livro incrível. A história é bem sequinha. Não existe muitas surpresas, mudanças ou reviravoltas. São capítulos pequenos que iniciam-se normalmente com uma manchete de jornal descrevendo as mortes ou feridos do massacre. O livro mescla entre o passado e o presente, com flashbacks que nos faz entender cada detalhe de tudo.
Me senti o tempo inteiro vivendo aquela realidade, eu não conseguia pensar que era uma história fictícia, o que tornou tudo muito mais difícil pra mim. Eu me colocava no lugar de cada um deles e pensava “E se fosse comigo, como eu reagiria?”.Os personagens são muito humanos, a autora não teve medo de explorar o lado bom ou mau de nenhum deles. É tão doloroso imaginar o que a Valerie passou que passei o livro inteiro com um nó na garganta. Achei inclusive que não choraria, mas lá pelas últimas páginas “aquilo” que a Jessica faz me deixa sem chão e eu não consegui mais segurar as lágrimas. Outra coisa digna de nota é que eu consegui amar e me compadecer  de Nick Levil, pois eu o vi pelos olhos da Valerie e não me senti horrível por isso... Ele fez o mal, mas ele não era o mal.
Única coisa que não gostei: No início do livro é citado um personagem que eu achei que seria a chave pra descobrirmos como se desencadeou o desejo vingativo do Nick, mas parece que a autora simplesmente se esqueceu dele e deixou esse espaço vago na história.

Enfim, indico mil vezes esse livro sem restrições, ele te ajuda a enxergar as pessoas como elas realmente são. Eu devorei as páginas com uma ansiedade e ao mesmo tempo uma angústia tão grande que muitas vezes perdi o fôlego e precisei fechar o livro, fechar os olhos e sentir tudo aquilo... É bonito e é cruel.

24 comentários:

  1. Manda parece incrível mesmo!
    Fiquei tentada a ler tbm ;)
    Beijao

    www.blogweneedit.com

    ResponderExcluir
  2. Nandaaaaaaaa, voltei! Passei uns apertos nesses últimos dias, mas to aqui, de volta, haha. Acho que você comentou lá no blog quando eu estava escrevendo o post que publiquei agorinha, hihi.
    E esse livro já está na minha lista há tempos, só nunca fiz muito esforço pra comprar e efetivamente, ler, haha. Adorei sua resenha e sinto que vou chorar três rios quando começar, vdd

    Beijo!
    Ariel
    http://www.veraodenoventaequatro.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ebaaaaaaaaaaaa, estava sentindo sua falta ♥ e das suas resenhas. Espero que agora esteja ativa e com tudo!
      Leia logo amiga, vai amar e chorar com certeza hahaha, beijão :*

      Excluir
  3. Parece ser super legal o livro Nanda, sua resenha ficou maravilhosa. Parabéns! *-*

    www.pamelavital.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amigaaaa, é a primeira *-* hahaha de muitas, espero.

      Excluir
  4. Oi, Nanda!
    Quando li "Lista Negra" tive um turbilhão de sentimentos. O livro é bem tocante e sincero, adorei ele.

    Beijos, Juliana.
    http://afinefrenzzy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É lindo, né Ju? Doloroso e ao mesmo tempo bonito, me fez despertar.

      Excluir
  5. Que bom que tenha gostado do liro, adorei o nome e fiquei curiosa para ler!
    Beijos, Jell e Marcelo
    www.urbanoeretro.com.br

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o Livro e gostei bastante da Resenha !
    Deve ser muito bom e incrivel mesmo ler um livro que é bom e cruel ao mesmo tempo !
    Eu pretendo nesse ano ler mais livros ^^
    Beijos ♥ O Melhor de Mim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é muito intenso, amiga. Me surpreendeu, se puder leia, vai gostar ♥

      Excluir
  7. a sua resenha fez com que eu me interessasse pelo livro que nunca ouvi falar,não conhecia e parece ser muito bom. Sucessos *-*
    aspoesiasdananda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiiii que bom, de verdade, fiquei feliz. Espero que leia e se emocione!

      Excluir
  8. Que livro interessante, nunca tinha ouvido falar dele, mas parece ser bem legal!
    Um beijão,
    www.vireiprincesa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é muito bom, minha blogueira literária preferida sempre falava dele e eu comprei pra ler cheia de expectativas e o livro preencheu todas elas ♥ amei.

      Excluir
  9. Parece ser muito interessante! Sua resenha fez com que me interessasse, não conhecia o livro!
    http://www.lenouveaugrunge.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Carol, procura ele, tenho certeza que vai gostar muito!

      Excluir
  10. Parece ótimo esse livro!
    Fiquei super com vontade de ler.
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. achei a foto que encabeça o post muito bonita!
    esse livro parece ter história interessantíssima... eu super leria.

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada *------------*
      Leia Hellz, vai amar ♥

      Excluir
  12. Ótima resenha, Nanda! Tão triste essa história, né? Mas acho que é o típico livro que a gente tira lições valiosas. Já tinha lido algumas resenhas sobre esse livro e o seu post me deu ainda mais vontade de ler. Sei que vou sofrer em cada página e me imaginar na situação, mas acho que no final vai valer. ;-)

    P.S: amei tanto o seu comentário lá no post do texto Drama Queen. Muito obrigada mesmo! Ganhei o meu dia! ♥

    Beijocas,
    Carol
    www.pequenajornalista.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carooooooooool, leia que eu tenho certeza que você vai amar. Com certeza, a gente extrai muitas lições pra vida inteira lendo ele, é muito intenso e real.
      Owwwwn linda, é super verdade, amo seu jeito de escrever, parabéns ♥

      Excluir

 
Juliana Fonseca Webdesign - Layouts para Blogs, Sites e Lojas.