sexta-feira, novembro 13, 2015



Campanha #ComigoNão! - Specialità Lingerie.



VOCÊ SABIA? Sete em cada dez mulheres já sofreram ou vão sofrer uma situação de agressão, seja ela física ou psicológica, em algum momento da vida. Destas mulheres, a grande maioria jamais vai falar sobre este assunto, levando consigo cicatrizes irreparáveis, mas invisíveis aos nossos olhos.

Eu fui convidada pela Specialità Lingerie pra participar da campanha #Comigonão que é uma ação sobre conscientização da violência contra a mulher. Blogueiras formadoras de opinião estão juntas neste movimento para informar e debater sobre questões relacionadas aos direitos da mulher e seu papel na construção da sociedade moderna. A cada divulgação da campanha #ComigoNão em blogs, a Specialità doará um conjunto de lingerie a abrigos de mulheres vítimas da violência, em diferentes localidades do Brasil. Nestes abrigos estão mulheres em situação de risco iminente, que são acolhidas e ganham apoio médico, psicológico e social, a fim de reconstruírem sua vida, encerrarem o ciclo de agressão que sofriam e se fortalecerem para continuar sua trajetória. E esta é uma maneira que a empresa Specialità Lingerie achou pra "abraçar essas mulheres" e mostrar que elas não estão sozinhas nessa.

Vocês devem ter ouvido falar muito nas redes sociais ultimamente sobre o feminismo. Mas na minha opinião toda essa questão vai muito além disso. Você não precisa de encaixar em uma denominação pra entender que o abuso contra a mulher é uma realidade SIM! Esse tipo de abuso está em todos os lugares hoje: Em casa, no trabalho, nas ruas, no ônibus ou até nas escolas e podem vir de qualquer pessoa seja um desconhecido ou não. Basicamente um ato ou conversa que te faça sentir incomodada e seja contra a sua vontade ou consentimento é um abuso e essa violência pode ser física ou psicológica. Por muito tempo a maioria das mulheres oprimiu isso e se calou. Mas não foi por fraqueza, mas sim por medo. Porque mesmo hoje, que esse assunto está tanto em pauta, há quem acredite que seja apenas "mimimi". Não queremos dizer que homens não sofrem violência e nem queremos diminuir suas dores, só queremos conscientizar a sociedade de que a maior parte de abusos é sofrida pelas mulheres e feitas por homens. Isso não é conversa fiada, isso é um fato.



VOCÊ SABIA? No Brasil, a cada 15 minutos, uma mulher é assassinada.
É vergonhoso, porém inegável o fato de que mesmo que o abuso seja contra as mulheres, elas  se sintam constrangidas de relatar isso a alguém. Sabem porque isso acontece? Porque a sociedade em grande parte quer sufocar esses casos e faze-las acreditar que a culpa é delas. A vítima nunca tem culpa! E é por isso que precisamos fazer com que ouçam a nossa voz. Gritem, reclamem, denunciem! E se não for com você, mas for com uma conhecida sua ou até mesmo contra alguém que você não conheça, mostre-se solidário e tome posição contra isso você também. Temos nossa voz ao nosso favor! Agora é nossa hora e nunca será tarde pra fazermos isso.

Assistam este vídeo da Jout Jout sobre isso (Pensem em como eu gosto dessa mulher, haha)





Specialità Lingerie acredita que uma mudança cultural seja a grande arma de enfrentamento a este tipo de violência.


Foi assim que nasceu a campanha #ComigoNão, que tem como objetivo mostrar às mulheres o seu poder, sua beleza, seu grande valor perante a sociedade e, principalmente, a sua capacidade de mudar os caminhos de sua vida, quebrar as correntes da opressão e se libertar para uma nova realidade, de luta, respeito e muitas conquistas, como a vida de uma mulher deve ser. O grito de guerra dessas mulheres é esse: Comigo Não!



#ComigoNão, porque é necessário força e coragem para vencer o medo e transformar uma realidade assustadora em algo que fique para sempre no passado.
Apoie esta causa! Quando você se omite perante uma agressão ou abuso à mulher, você se torna cúmplice daquele crime.


Disque 180 e denuncie!
Saiba mais sobre a campanha, clicando aqui.

38 comentários:

  1. Adorei, Nanda! Realmente precisamos fazer um escândalo porque essa triste realidade é comum. Quando eu tinha 9 anos estava indo na biblioteca pública da minha cidade entregar um livro. Logo atrás de mim se aproximou um homem de moto e passou a mão na minha bunda. A única reação que tive foi apertar o livro contra o corpo de tanto medo que fiquei. Ele acelerou a moto e foi embora dando risada. Jamais vou esquecer isso. Foi horrível.

    www.blogdahida.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ABSURDO, Hida! Já passei por uma situação assim na feira, eu tinha mais ou menos sua idade também e um homem passou a mão no meu peito. Fiquei SEM REAÇÃO, aí ele foi embora. Isso é nojento e surreal.

      Excluir
    2. É, e nós, como crianças, ficamos sem reação. Hoje se um sem noção faz isso comigo eu grito até deixar o mundo surdo. Você viu aquela jornalista de São Paulo que estava no metrô e um nojento ejaculou na calça dela? Sim, ele estava se masturbando no meio do transporte coletivo e, PASME, ninguém FEZ NADA. Ela foi pedir ajuda para os funcionários do Metrô e simplesmente disseram "não podemos fazer nada por você, senhora. Vai pra sua casa lavar a sua calça". Ela disse que a calça dela até seria limpa com água, mas a dignidade ficaria para sempre manchada. Muito triste.

      Excluir
    3. Nem me fale, nisso a gente imagina quantas crianças passam por isso e ficam com medo de contar. E isso vai acumulando dentro delas como algo vergonhoso. Hoje eu faço escândalo também, grito até perder a voz se preciso for, Deus me livre! Eu vi esse caso e dá até vontade de vomitar. Isso não é um homem, nem um animal, não tem nome pra um ser desses. O pior é quem omite ajuda, quem se nega a fazer algo. Sinto asco.

      Excluir
  2. Vi essa campanha em vários blogs, adorei! Parabéns pela atitude!
    Beijos

    http://vacasmagras.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu acabei de chegar aqui e já amei esse post.
    Fico extremamente orgulhosa com o fato de que, sim, as mulheres estão mostrando sua força e estão lutando pelos direitos delas e não estão mais ficando quietas, em sua maioria. O triste é saber que sempre haverá alguém pra machucar e sempre haverá alguém para ter medo e não contar nada, ou se sentir culpada. Eu odeio tando isso que chega a doer, mas sigo firme apoiando projetos como esses. <3

    Abraço,
    literarizei.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também me sinto assim "Mis" (Pode chamar assim? Agor que vi lá no seu blog, vou acostumar hahaha). Isso é vergonhoso e nojento. A gente vive com medo até de pegar um ônibus. Lamentável essa situação.

      Excluir
  4. Jout Jout <3 Haha, sou "fangirl" dessa mulher.
    Eu também fiz um post sobre essa campanha, achei muito bacana a atitude da marca em dar atenção a isso pra que as pessoas vejam que isso não é normal. É triste a gente ainda precisar ficar falando sobre isso, o abuso contra a mulher nem era pra existir mais e infelizmente a maioria de nós já sofreu com isso.
    Beijos
    Infinita Feminice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorooooo a Jout Jout <3 hahaha
      Amei a campanha também, a iniciativa da empresa foi muito boa. Infelizmente ainda temos uma longa caminhada nesse assunto.

      Excluir
  5. acho legal que a polêmica do masterchef jr tenha trazido algo realmente benéfico a sociedade. Discutir sobre violência contra a mulher deveria ser questão comum, digna de educação escolar. Mas o mundo anda meio atrasado e absurdos ainda acontecem. Espero que a campanha auxilie as mulheres a não aturarem o que não são obrigadas a aturar e lutem pelos seus direitos

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho Hellz, pelo menos algo util veio desse ato vergonhoso. É triste pensar nessa sociedade em que vivemos, sem moral e sem escrúpulos.

      Excluir
  6. Adorei o post, não podemos e nem devemos nos calar diante dessa triste realidade, e mudar a mente da sociedade de dizer em muitas vezes que a culpa foi da mulher até que acontece na familia deles ai é diferente ne bjs
    www.antestardedoquenunca1.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Ana, devemos colocar a boca no trombone mesmo e nos impormos!

      Excluir
  7. Oii Nanda !
    Adorei esse post já vi falar dessa campanha por aí !
    Achei muito legal da sua parte se juntar a Specialitá nessa companha conta a violência feminina, os números de abusos e mortes são inaceitáveis !
    Ótimo o vídeo da JoutJout !
    Beijos ♡ O Melhor de Mim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga.
      Amei fazer parte disso também e poder ajudar de alguma forma. Obrigada lindona <3

      Excluir
  8. Adorei o post!! As mulheres precisam se unir e não tolerar mais nenhum tipo de volência.

    Beijos ♥

    Jéssica || Fashion Jacket
    www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  9. Outro video da Jout Jout +/- sobre isso é o "Não tira o batom vermelho" essa mulher é maravilhosa haha fala tudo o que eu penso

    http://gotasdecaffe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. To ligadaaaa qual é.
      Inclusive passou no Jô né, e ele foi vergonhoso com aqueles comentários ¬¬

      Excluir
  10. Muito bom!!!! Adoro seu blog porque é muito diversificado, parabéns e todo sucesso :*
    http://www.cherryacessorioseafins.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Ps: você disse no meu blog que estava de olho no biquíni de tiras, curta nossa página e chama inbox que te conto sobre os descontos para blogueiras tenho certeza que vai adorar :*

    http://www.cherryacessorioseafins.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Nanda! Falou tudo e mais um pouco. Isso não é sobre feminismo: vai muito além! É inacreditável ver tantas "opiniões" totalmente covardes, falando que as vítimas são culpadas. Enfim, se fizermos "escândalo" (como a Jout Jout falou), acho que vamos ter um resultado bom. Assim espero!

    Beijos,
    Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Carol. Isso nada mais é do que covardia. Homem de verdade não age dessa maneira.

      Excluir
  13. Que post incrível!
    Adorei a iniciativa, esse vídeo da Jout Musa Jout também ilustrou muito bem o assunto. Precisamos MUITO falar mais sobre isso!

    Adorei, Nanda!


    Beijão!
    Boa semana,
    www.vitaminatrendy.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamos mesmo Au, infelizmente essa é uma caminhada e uma conversa que estão longe de acabar, mas unidas a gente consegue colocar a boca no mundo.

      Excluir
  14. Achei a campanha linda, e também estou participando
    Beijos
    http://www.segredosdacahlima.com/

    ResponderExcluir
  15. Bom texto, gostei.

    http://alinesecretplace.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Você escreve muito bem! Amei a campanha mulher, precisamos ter coragem mesmo e por a "boca no trombone" ! E adorei a atitude da marca de se preocupar com esse assunto, poucas fazem isso..

    Ah, seu blog é lindo demais <3
    www.universomultiplo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi lindona, muito obrigada!
      Super concordo com você.
      Ahhhhhhh que bom que gostou *-* obrigada mesmo.

      Excluir

 
Juliana Fonseca Webdesign - Layouts para Blogs, Sites e Lojas.